Browsing Tag

comer em sp

como fotografar comida e vender mais como fotografar doces como vender doces
Comer, Explorar, Inspirar

Como fotografar comida e vender mais – com celular, câmera e exemplos práticos!

Formada e pós-graduanda pela ECA-USP em Publicidade e Propaganda e Estética e Gestão da Moda, a fotografia entrou na minha vida já há um tempinho. Vejo no ato de fotografar um quê de poesia, de contar histórias e de fazer arte ao mesmo tempo. Entre momentos à frente e por trás das câmeras, hoje em dia, não apenas fotografo para o blog, como dou workshops de fotografia pelo celular e faço projetos e freelas de fotografia para marcas de todos os segmentos. Ainda assim, não há o que negar, quando não estou sendo modelinho, o melhor contato com a fotografia para mim é fotografando comida. Me juntei a outra fotógrafa profissional, Tha Munhoz, para reunir dicas importantíssimas de como fotografar comida e vender mais!

Somos seres visuais. Não importa se o assunto é a roupa, o momento da compra, a conquista, o flerte ou apenas o conceito de “carisma”: somos atraídos pelo que achamos bonito. E isso é ainda mais visível quanto o assunto é comida.Instabloggers de gastronomia, marcas de comidinhas, doceiras, padeiros e aficcionados sabem: aprender a fotografar está diretamente ligado aos resultados do seu negócio culinário. Clique para ler mais

Comer

Conheça a What The Cake? + Sorteio!

Para amar: a confeitaria artesanal What The Cake?

A What The Cake? é uma confeitaria artesanal paulistana e é também a mais nova parceira do Declara, amo! Recebi várias gostosuras em casa, fiz inveja em todo mundo (cês vão entender já já o porquê com as fotos!)e decidi bater um papo com Carol, a dona da What The Cake?. Assim, esse post seria um mix de tudo que há de melhor: doces gostosos, inspiração para mulheres empreendedoras e sorteio para leitoras do blog!

tudo o que eu recebi

tudo o que eu recebi (amo!)

 

Bolos (confeitados, de pote, embrulhados e caseiros), cupcakes doces e salgados, tortas doces e salgadas, brigadeiros e docinhos de festa, brownies, cheesecakes, biscoitos, pães, panetones, ovos de Páscoa e várias opções veganas: a What The Cake? é uma maravilha pra qualquer pessoa que ame doces artesanais.

Fotos e pitacos:

Ovo de chocolate branco com Negresco recheado com brigadeiro (700g – R$50):

What The Cake? doces veganos em são paulo

luv u, miss u

 

Não preciso falar muito além de: comi em 3 dias e é tão gostoso quanto parece ser. Mas vou além e digo que é – fácil! – o meu novo ovo de Páscoa favorito.

Brownie de marmita (R$5):

What The Cake? doces veganos em são paulo

O Maravilhoso Brownie Com Geleia™

 

Recebi duas marmitinhas de brownie: uma de doce de leite e outra de geleia. SOS. S-O-S. Os dois são bem gostosos, mas acho que o de geleia mexeu mais com meu coração porque eu nunca tinha provado brownie recheado com geleia e a combinação é sucesso. Por que não vemos mais brownies com geleia por aí? Deixo aqui este questionamento…

Os brownies da What The Cake? podem ser recheados com castanhas, gotas de chocolate, chocolate branco, paçoca, creme de avelã, Kit Kat, Negresco, banana com canela, etc. Tem opções veganas também. Próximo grande amor: brownie recheado com chocolate branco.

Tofucake de chocolate, com base de oreo ou biscoito de maiezena e cobertura de ganache de chocolate (R$12):

What The Cake? doces veganos em são paulo

e os vegans piram

 

A tofucake de chocolate não ganha do ovo de chocolate branco com Negresco, mas com certeza é o doce vegano mais gostoso que já comi na vida. Vou até contextualizar aqui: não sou vegana, não costumo curtir doces veganos em geral, mas essa tofucake é tão gostosa que eu compraria de boas, como compraria um doce não-vegano. Parece pudim de chocolate com base de Oreo: ou seja, é amor.

Trufas crudívoras (R$4 cada):

What The Cake? trufas veganas e crudívoras em são paulo

lindas e muito finas

 

Feitas com cacau, castanhas, passas e tâmaras, podem ser cobertas de cacau, chia, farinha de castanha ou coco ralado. Provei todas e achei que o gosto lembra um pouco biomassa de banana, vai entender. O massa é que faz parte de todo um conceito natural e fit de doce que é feito com coisas cruas e sem passar pelo fogo. Achei diferente, mas pro meu paladar infantil, gostaria mais se fossem mais doces!

Agora, a entrevista com Carol e também as regrinhas pro sorteio! Clique para ler mais

Mulheres inspiradoras – parte 2O que é carga mental?Ei, tá tudo bem…Não é por ser mulher que…Mulheres inspiradoras