All Posts By

Clara Fagundes

Inspirar

Ideias para normalizar em 2022

Uma lista de ideias para normalizar em 2022! Para começar o ano naturalizando conceitos que já deveriam ter sido há muito tempo.

“Não” é resposta.

Sei que não temos intimidade alguma, mas posso te dar um conselho?
Não. 
Quer ter filhos?
Não.
Você pode fazer isso pra mim?
Não.
Por que não muda X na sua aparência?
Porque não. 
Faça isso desse jeito!
Não.
Nossa, tá de TPM, é?
Não.

E dizer “não” não é grosseria.

“pessoas neutras” não existem. 

quem nunca se posiciona já escolheu e está beneficiando um lado. 

Ser neutro diante da morte de pessoas, do ódio, do preconceito e do risco à democracia é um posicionamento poderoso a favor de tudo isso. 

Principalmente num ano decisivo como este, desconfie dos “isentões” e “neutros”.

Muitas vezes, sustentar o climão é necessário e saudável.

A pessoa: 

– foi grossa ou preconceituosa?
– fez piada de uma insegurança sua?
– se apropriou das suas ideias?
– soltou uma crítica desagradável? 

Você não precisa sorrir, ser boazinha ou “só deixar pra lá”.  

Educação não é engolir qualquer coisa sorrindo. Tudo bem ✨ devolver o incômodo ✨

A sua dor não é a única – ou a mais importante – que existe.

Já chega de:

– “e eu que…” 
– “isso é besteira, queria ver se…” 
– competição de sofrimento;
– achar que todo mundo que não passa pelo mesmo que *você* levou e leva uma vida perfeita.

Reconhecer a dor do outro não vai invalidar a sua.

Clique para ler mais
Inspirar

Ideias para desaprender em 2022

uma #listadeclara de 8 ideias para desaprender nesse ano de 2022 e sempre!

“Machismo é dar soco na parede, assediar mulher na rua, ser violento.”

É possível ser machista:

– e parecer legal para todo mundo
– com a mãe, irmã, esposa, chefe;
– usando voz mansinha;
– com manipulação psicológica…

Precisamos atualizar o que entendemos como machismo e abuso para ler os sinais mais cedo. 

Elitismo cultural

que é a ideia de que tudo que for “popular” é indigno ou “emburrecedor“. Portanto, o que você consome, mesmo nos momentos de lazer, define seu valor e a sua inteligência.  

Lembrete:

Você não é melhor do que ninguém só porque:

– Odeia funk, pagode, reality shows, filmes dublados, novelas, comédias românticas…
– Jamais leria fantasia, romance, ficção;  
– Ama música clássica, documentários, vinhos e Bukowski.

Romantização da pobreza e a meritocracia

“Dinheiro não traz felicidade”.
“De que adianta ser rico e triste?”
“Pobre não precisa de muito pra ser feliz”.
“Ué, tá passando fome? Só vender o celular e fazer bolo de pote…”
“É pobre porque quer. O sucesso vem pra quem não tem preguiça de trabalhar”.

As narrativas do “pobre que gosta de ser pobre” e do “pobre que merece ser pobre” andam juntas e são mentiras que já passaram da hora de ser desaprendidas.

“Trabalhe enquanto eles dormem”

Todos os minutos, de todos os dias, até poderiam ser preenchidos com uma tarefa produtiva. Mas deveriam? Não.

Ninguém é produtivo o tempo todo.

Descanso é fundamental.

Seu lazer não precisa ser edificante.

Clique para ler mais
Retrospectiva feminista 2021
Explorar, Inspirar

Retrospectiva Feminista 2021

Uma retrospectiva feminista e otimista de 2021!

No post de hoje, trago uma retrospectiva das maiores conquistas das mulheres em 2021.

Para começar o novo ano de 2022 com muitos motivos para acreditar em futuros melhores e mais feministas!

Seis meses após legalização, nenhuma mulher morreu por abortar na Argentina

“Essa é definitivamente uma prova da efetividade da normativa e uma demonstração cabal de que sua implementação era necessária e urgente”, afirmou a ministra Elizabeth Alcorta, de Mulheres, Gêneros e Diversidade.
Antes da aprovação da nova lei, cerca de 38 mil mulheres foram hospitalizadas ao ano no país por conta do procedimento ilegal.
Vidas de mulheres importam!

Fonte: Yahoo! Notícias.

Olimpíadas de Tóquio 2021: Mulheres brasileiras conquistam melhor resultado da história

As atletas brasileiras brilharam em Tóquio 2021, fechando os Jogos com o melhor desempenho até agora em todas as Olimpíadas de que participaram. Elas subiram ao pódio em Tóquio 9 vezes. No Rio, em 2016, foram 5 vezes.
Quem vibrou muito nessa torcida?

Foonte: BBC News.

Mulheres negras são maioria nas universidades públicas brasileiras

A Unicamp e a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) levantaram os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE, onde 27% dos estudantes dessas universidades são mulheres negras.
Pesquisadores afirmam que o resultado positivo é fruto das políticas públicas de acesso ao ensino superior voltadas para minorias, como as cotas.

Fonte: UOL Cultura.

Xiomara Castro é 1ª mulher presidente de Honduras, e devolve esquerda ao poder

Xiomara propôs legalizar o aborto em determinadas circunstâncias, e estender programas sociais. Sua vitória encerra 12 anos de governo conservador e representa a volta da esquerda hondurenha ao poder pela primeira vez desde o golpe de Estado apoiado pela direita e pelos militares em 2009.
¡Por favor ven a Brasil!

Fonte: BBC News.

Primavera Indígena: Mulheres indígenas ocupam Brasília para reflorestar mentes

Na maior ocupação indígena da história, cerca de 4 mil mulheres, de 150 povos diferentes, e muitos cantos do país, marcharam juntas em Brasília em mobilização permanente. Elas lutam não só pela demarcação de terras e contra a agenda anti-indígena do atual governo, mas sobretudo pela preservação da natureza, pela vida e pela democracia. Avante!

Fontes: Cimi.org, Jornalistas Livres.

Cientista brasileira está em lista de mulheres mais influentes de 2021

Lista anual da BBC homenageia mulheres inspiradoras e influentes. Natalia Pasternak é microbiologista, pesquisadora e divulgadora científica. Ela foi incluída como destaque pelo seu trabalho crucial de combate à desinformação no país durante a pandemia de covid-19.
Necessária!

Fonte: TecMundo.

Primeira presidente mulher da OAB-SP: ‘Devemos sentar à mesa e discutir aborto’

Advogada, mestre, doutora e professora há quase 20 anos, Patricia Vanzolini, 49, que assumirá cargo em 2022, levanta a bandeira da inclusão, diversidade e direitos humanos. Renovação para a maior entidade de advogados do país, que era comandada pelo mesmo grupo há 30 anos. E ela avisa: “A mudança vai começar”!

Fonte: UOL Universa.

Aluna do Ceará descobre 46 asteroides em projeto com a Nasa

A descoberta ocorreu em novembro durante projeto Caça Asteroides da Nasa, desenvolvido de forma online e que tem parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Até conseguir detectar o primeiro asteroide, levou um tempo. Sem experiência, começou a observar outras cientistas cidadãs fazendo detecção.
“Quando uma mulher consegue realizar seu sonho e ser protagonista de algo, abre portas para outras mulheres.” disse Geovana Sousa, 21, estudante de física do Ceará.

Fonte: UOL Folha.



Qual desses momentos é seu favorito? Que momento ou notícia você incluiria em uma retrospectiva feminista de 2021? 🧙‍♀️

Compartilhe e relembre bons momentos! 2021 não foi fácil, mas fica aqui essa dose de esperança pra renovar as forças pra lutar em 2022. 🗣

Ah! Acompanhe @clarafagundes para mais conteúdos sobre feminismo.

Favoritos DeClara 2021: Melhores do ano
Comprar, Explorar, Inspirar, Sentir, Usar

FAVORITOS DeClara: Melhores de 2021!

Os melhores de 2021: livro, séries, make, música, educação e mais


Olá, Bruxas! 2022 enfim chegou, e pra começar melhor esse novo ano, hoje trago os FAVORITOS DECLARA 2021 🏆

As categorias foram escolhidas pelo público, então continue lendo para conferir as melhores indicações de:

– Livro;
– Séries & Filmes;
– Músicas;
– Beleza;
– Educação;
– Compra;
– Momentos!


Começo com a categoria mais pedida, que foi Livro favorito do ano. E se você me acompanha no Olá Bruxas, que é o meu podcast, ou no Nada Fútil, que é o meu outro podcast com Carol, você já me ouviu falando desse livro porque eu fiquei um pouco obcecada…

LIVRO DO ANO
Livro favoritos 2021: Calibã e a Bruxa - Silvia Federici
Calibã e a Bruxa – Silvia Federici


Já falei aqui no blog sobre o mito da bruxa. Nesse livro, Silvia faz uma relação entre a caça às bruxas na idade média, o patriarcado, o capitalismo e um contexto que parece atual até demais. Trata de desigualdade, machismo, exploração do corpo feminino… um livro que eu acho que toda feminista deveria ler!

Clique para ler mais
O mito da futilidade
Inspirar

O mito da futilidade feminina

A expressão “futilidades femininas” tem nada menos do que 359 (!) mais menções no Google do que “futilidades masculinas”. E você sabe por quê?

Porque todo o conceito de “futilidade” é sexista. E é sobre isso o#Explicandode hoje.

O que é “futilidade”?

No dicionário, “futilidade” significa: “banalidade, inutilidade, coisa irrelevante.”

Já na prática, curiosamente, a palavra costuma ser associada ao que é comumente entendido como feminino.

Moda é fútil.
Maquiagem é fútil.
Comédias românticas são fúteis.
Livros de romance femininos são fúteis.

E, assim, eu já começo o post dizendo que todo o conceito popular de futilidade é sexista. Se você não vê sentido nisso, respire fundo e leia até o fim.

Clique para ler mais
O MITO DO POBRE FELIZ EM SER POBRE5 coisas para ler e verExplicando: cultura do estuproEXPRESSÕES DA RIVALIDADE FEMININAO MITO DA BRUXA E O FEMINISMO