Inspirar

5 “é só…” para não dizer mais

Qual dessas frases e conselhos simplistas começados com “é só…” é o pior?

“É só… querer”

Infelizmente, não vivemos num filme de Xuxa. “É só querer” é uma frase injusta, que individualiza e responsabiliza pessoas em situações que não dependem só delas.

E os privilégios, não contam? Várias pessoas podem querer bastante as mesmas coisas, mas só uma minoria tem acesso a atalhos bem relevantes –  inacessíveis para a maioria.

“É só… se cuidar”

Pra não ser traída, “é só se cuidar” mais. Assim, o outro nunca perde o interesse. Pra não ser assaltada/estuprada/furtada/ assediada/enganada, “é só se cuidar” para não se colocar nessas situações.

Não tem como defender o “é só se cuidar”. Te desafio a achar um contexto em que esse “conselho” soe útil mesmo – e não uma maldadinha com alguém que está inseguro ou acabou de passar por uma situação ruim.



“É só… ter fé”

Está angustiada? Com depressão? Ansiosa? É só… “ter fé”, “orar”, “rezar” e outras variações que busquem em religiões uma solução ou melhora que deveriam ser buscadas com tratamento psicológico e/ou psiquiátrico.

Sem simplismo, milagre ou forçar suas crenças. Além de irresponsável, a frase é inútil. Se a pessoa tem fé, provavelmente já recorreu a ela. Se não tem… não passará a ter só porque alguém disse.

“É só… não ligar”

É só não ligar para comentários maldosos. É só não ligar pro que te incomoda. É só não ligar pro que “passou” pra outro, mas não passou pra você.

“É só não ligar” é o conselho menos empático e mais sem noção que existe. Pense: se você pudesse não sofrer mais com o que dizem ou esquecer um trauma, por ex., você escolheria sofrer? Pois é…

“É só… trabalhar”

É só trabalhar.
É só estudar.
É só se esforçar.

Trabalho/esforço/estudo e reconhecimento, sucesso ou dinheiro não necessariamente andam juntos. Seria bom? Sim, mas na vida real existem muitos fatores que não cabem no simplismo do “é só…”


Gostaria que mais pessoas refletissem sobre – e parassem de dizer – essas frases tão comuns? Faça sua parte e compartilhe!

___________________________________________________________

Gostou? Me acompanhe nas redes socias:

Instagram: @clarafagundes e @olabruxas  

Linkedin: Clara Fagundes

Pinterest: Pins de Clara

Telegram: canal das bruxas 

E aprenda comigo em: 

Manual da Feminista 

A Profissional do Futuro

Previous PostNext Post

❤ Você também vai gostar ❤

Sem comentários

Responda

Tempo é preciosoO sucesso TMConselhos para o eu do passadoMulheres no mercado de trabalhoHomens, mulheres e infantilização