top 15 maiores clichês do cinema blogueira apaixonada por cinema top 15 clichês de filmes
Explorar

TOP 15 maiores clichês do cinema: você consegue se lembrar de mais?

Amo cinema desde que me entendo por gente e amo escrever sobre isso desde que criei o Blog DeClara. Nada mais natural do que fazer também vídeos sobre o assunto após criar a TV DeClara. Já falei do tema no canal reunindo os 7 piores conselhos das comédias românticas, agora a lista é outra: os 15 maiores clichês do cinema, em todos os gêneros de filmes.

Me diverti muito gravando esse vídeo e separando cenas, nomes e personagens para a edição, então só espero que vocês se divirtam tanto quanto eu. Vou deixar aqui alguns dos maiores clichês do cinema que separei para a lista, mas dê o play para ver exemplos práticos e ver (e concordar com) todos eles!

Os 15 maiores clichês do cinema

1. Crianças sozinhas no mundo
Me incomodo de verdade com o quão sozinhas estão as crianças em filmes infanto-juvenis. Elas enfrentam vilões, salvam a humanidade da iminência do fim do mundo, são ameaçadas, perseguidas ou mesmo fazem passeios que durariam dias sem nunca serem questionadas, abordadas ou ajudadas por um adulto. Ah tá.

2. A corrida romântica pelo aeroporto
Quem nunca viu um filme (ou cinco) com esse que é certamente um dos maiores clichês do cinema: a corrida romântica no aeroporto? A cena emociona nos filmes, mas não faz muito sentido quando pensamos que há internet, celular e, bem, todo o tempo antes do dia da viagem, para resolver seja lá o que for com o seu interesse romântico.

3. O discurso na hora errada do vilão
Quantas milhões de vezes você não viu o vilão capturar os mocinhos e fracassar porque decidiu usar esse momento de vantagem para descrever, em detalhes, todo o seu plano maligno? Selo DeClara de clichê do cinema!

4. A patinha feia que ninguém via que era cisne
Um dos maiores clichês do cinema resulta também num dos piores conselhos das comédias românticas. É o clichê da mocinha que todo mundo considera feinha, mas que, de repente, vira a gata do colégio porque soltou o cabelo, tirou os óculos e o aparelho. São tantos os exemplos que foi difícil parar de encontrar filmes para colocar no vídeo, risos.

5. A vítima que cai na pior hora
Não sei vocês, mas eu com medo sou muito mais rápida do que normalmente. Viro a própria Usain Bolt versão BR. Esse não é o caso das personagens de filmes de terror e ação. Se forem mulheres brancas e bonitas, então, elas não têm nenhuma chance contra qualquer vilão! Não por serem mais fracas, mas simplesmente por não conseguirem correr sem cair. Aparentemente, é um pré-requisito desse tipo de personagem que elas não consigam correr quando estão com medo. Se você acha que estou exagerando, veja os exemplos do vídeo (que não são todos os que eu lembrei, sério).

6. TV extremamente pertinente (ou impertinente)
Sempre que o personagem estiver se escondendo ou for foragido, vai entrar num bar no exato momento em que a TV estiver passando a sua foto. Se a personagem está procurando alguém ou precisa de uma informação para o desenvolvimento da trama, qualquer TV pela qual passar estará passando a notícia específica. Eu sei que é algo “pequeno”, mas podem prestar atenção e vão começar a notar essa solução clichê dos roteiristas o tempo inteiro.

Para ver os outros 9 clichês dos filmes, dê play no vídeo: 

E aí, gostaram do meu TOP 15 dos maiores clichês do cinema? Quais outros clichês vocês acrescentariam à lista?

Clique aqui para ver todos os posts do blog sobre cinema!


Me acompanhe nas redes sociais, sim?☀

Instagram, Facebook. 

antix barrado papoulas blog declara maiores clichês do cinema
Conheça o meu canal no Youtube!
Previous Post Next Post

❤ Você também vai gostar ❤

4 Comentários

  • Responder Dai Castro 1 de Março de 2018 at 10:28 PM

    As vezes falta um pouquinho de criatividade pra mudar um pouquinho o rumo das histórias e personagens, né? Acaba caindo muito na mesmice e perde um pouco a graça, tanto é que tem certos cliches que eu fujo correndo porque não dá mais hahaha!
    Beijos!

    View Comment
  • Responder Laura Nolasco 2 de Março de 2018 at 1:37 PM

    Hahahhaah adorei o vídeo, Clara!!
    Eu amo essa menina diferentona dos filmes tipo a Summer, hahahahhahaha
    E sim, já reparei nos da TV – em La Casa de Papel é impressionante, sem a TV do bar metade da série não aconteceria hahahahha
    Beijos!

    View Comment
  • Responder Sara 2 de Março de 2018 at 7:34 PM

    A corrida romântica é algo que um casal adora reencenar, já fiz algo assim com o meu namorado, quando o avisto lá no fundo do corredor, hahaha. Sobre as crianças, realmente, compreendo a necessidade de prosseguir a história e ser ficção, então, não me costumam incomodar essas questões! O cliché do vilão… ESSE sim me incomoda imenso, eles falam até que o bom da fita consiga libertar-se e atacá-lo… O que seria do cinema com mortes iminentes, hahaha. O cliché do cisne, esse sim é um problema pois afecta mentalidades, por mais que se tente provar o contrário (quem nunca temeu ser a Betty Feia!). Os dois últimos… Sim, clichés, haha. Adorei imenso a ideia do post descontraído, naveguei um pouco no seu blog e apreciei imenso os seus conteúdos de reflexão, uma referência, sem dúvida! Este tem a tal questão da ficção, para gerar a história é importante manter alguns aspectos em oculto para conseguir prosseguir com a narrativa. Adorei o post e o blog!

    View Comment
  • Responder Diovana Cougo de Vargas 2 de Março de 2018 at 9:32 PM

    AAAA eu me diverti muito com esse seu post, para cada um dos clichês, eu lembrei de vários filmes que utilizaram e isso me fez rir. Eu até que acho legal alguns clichês, mas tem outros que faz com que a gente passe mesmo é raiva.

    Beijos da PINGUIM TAGARELA

    View Comment
  • Responda