Sem categoria

Estou super curiosa para assistir The Revenant, mas não sei …

Comment on Resenha do filme “O Regresso”, com DiCaprio! by Thay.

Estou super curiosa para assistir The Revenant, mas não sei quando poderei fazer isso, vida tá uma loucura, socorro. Apesar da curiosidade, fico também com um pouco de receio: quando muita gente começa a elogiar e o hype a crescer, geralmente me decepciono quando chega a minha vez de assistir. Acho que as minhas expectativas crescem tanto que depois o filme não consegue acompanhar. E penso que já passou da hora de darem esse prêmio pro Leo, nem que seja par ao povo parar com essas piadinhas. Não sei se um dia o Oscar teve alguma credibilidade, mas a partir do momento em que eles decidem premiar Gwyneth Paltrow no lugar de Fernanda Montenegro é porque alguma coisa está MUITO errada, haha. Beijo!

Recent Comments by Thay

Sapatos fofos para usar com vestido
É besteira minha, mas não consigo usar vestido com tênis! HAHA, acho lindo nos outros, não acho que combine comigo. Ou, na verdade, é questão de me acostumar porque acho uma fofura a combinação – sem falar que é super confortável!


10 blogs femininos que você precisa conhecer
Minha nossa, que honra ter meu blog no meio de tanta menina incrível! Deixou meu coração quetinho em uma quinta de chuva, obrigada! <333
Dos seus indicados já conheço o blog da Luh e da Camila, e os adoro, visito sempre. Os outros vou tratar de conhecer agora mesmo!
Um beijo!

(p.s.: o nome do meu blog é Dreams, hahaha, o Starmoonland é o endereço do domínio somente! Entendo a confusão, sempre acontece!) 😀


Nicole Lee Brazil: marca vegana de acessórios lindos
Apaixonei por essa bolsinha azul, item 5!
Estou segurando a onda para não gastar mas tão linda! <33


Contos do campo – Antix Coleção de Inverno 2016
ADORO Antix e tenho que esconder o cartão de crédito toda vez que entro no site, HAHA. Aqui em Cwb não tem loja oficial deles, só revendas – o que é a minha sorte, caso contrário estaria falida. Beijo!


Pra que ficar gostosa se o verão nem liga
É tão difícil desconstruir esse tipo de pensamento, né? Também comecei a nadar bem novinha, não devia ter nem seis anos completos ainda. Fazia as aulas durante a semana e nos finais de semana ia pro clube e meu pai continuava a me ensinar, era uma festa. Continuei fazendo aulas na adolescência, mas aí já comecei a ficar incomodada com o jeito como ficava de maiô. E é um saco pensa assim quando tudo o que eu queria era nadar tranquilamente, entrar na piscina ou no mar sem maiores caraminholas na cabeça. Mas a pressão que colocam nas mulheres para sempre terem corpos perfeitos é surreal – e, eu diria, até criminosa! Quanta menina desenvolve doenças relacionadas à busca pelo corpo perfeito? Quanta mulher se submete a cirurgias plásticas sem real necessidade? É uma tristeza e só com muito exercício mental a gente conseguirá deixar de pensar tão obcecadamente sobre isso. Ótimo texto! Um beijo!


Previous Post