Sem categoria

Cla, que delícia de postagem. Essa pergunta de base realmente …

Comment on “E seu namorado deixa?”, a Revolução Francesa e relacionamentos normais by VANESSA BRUNT.

Cla, que delícia de postagem. Essa pergunta de base realmente incita em diversas temáticas adentradas no machismo e nos faz, inclusive, lembrar do tópico do “relacionamento abusivo”. Relacionamentos precisam sim ter limites, porque não há respeito sem limitações que AMBOS sigam. Ambos. Mas cada um sabe do acordo que tem com o outro e não é questão do “outro deixar”, mas de fazer o bem pelas próprias juras e pelo que condiz com a própria índole. Ninguém tem que “deixar” nada, temos mesmo é que cumprir as nossas promessas, dialogar, resolver em conjunto e ser o que acharmos melhor para nós, ser o que não fira a relação e nem os nossos outros objetivos. Adorei essa quantidade de conteúdo entorno que foi agregando. Tão enriquecedor! Seu TCC deve ter sido mesmo incrível.

WWW.SEMQUASES.COM

Recent Comments by VANESSA BRUNT

9 animações que vão derreter seu coração
Estou chocada por não conhecer nenhuma e estou caçando todas loucamente! Pela sua sensibilidade e pelas tantas visões críticas, estou lendo sobre todas e pensando nas tamanhas entrelinhas que devem carregar. Quantas lindezas! Ah, e sou louca por curtas! Vou começar por eles. Oba!

www.semquases.com


Marcelina Ateliê: moda retrô e feita por minas! + Wishlist
Eu li “loja artesanal”? Já fiquei encantada a partir de tal fragmento. É tão bacana e fundamental ter essa consciência e proximidade com os processo de produção de cada feito. Afinal, temos tantos casos de trabalho escravo (ainda), tantos absurdos perante testes em animais e por aí vai. Você, como sempre, enriquecendo as nossas bagagens com indicações e elaborações incríveis, Cla. Obrigada por mais essa lindeza! Uma marca que agrega detalhamentos vintages e que quebra, de tais maneiras, diversos paradigmas de ‘tendências enrijecidas a serem seguidas’ e afins, ganha o meu coração com ainda mais facilidade. Fiquei apaixonada por cada entrelinha crítica que foi emitida. Você é sensacional!

www.semquases.com


Se vir algo lindo em alguém, elogie | Para viver melhor
“Agora, veja bem, um adento importantíssimo: para elogiar alguém, você não precisa jogar os outros para baixo”. Tantas mensagens incríveis, bacanas e importantes em uma só postagem. Quero compartilhar para o mundo! Parece que é simples, que todos sabemos de tudo isso, mas na verdade esquecemos ou agimos, no mínimo, como “mandam as regrinhas sociais” que são tão repletas de inversões de papéis. Que delícias de reflexões conjuntas com uma base que impulsiona tanto respeito, autoconhecimento e ciclos de gentilezas que geram outros. Post importantíssimo, fundamental e belíssimo, Cla. Ai, como admiro você.

www.semquases.com


Não entre nessa: inveja entre blogueiras e blogs iguais
Cla, que lindeza de crítica e reflexão. Mesmo com alguns pontos que podem ser vistos como clichês, são todos imensamente válidos e necessários para novas/renovadas discussões. No Sem Quases, abordo todas as temáticas com aprofundamentos diferenciados, analiso as metáforas e detalhes que outros blogs não costumam e antes de começar não fazia ideia de isso “daria público”, só sabia que queria fazer. É como você abordou: não é ter uma temática parecida ou igual que faz do seu blog algo muito semelhante a outros, é a forma de abordagem, é o que você trazer como marca sua. Em filmes, por exemplo, eu caço as metáforas e as reflexões/lições, outros espaços fazem balanceamentos maiores para quesitos de filmagem e por aí vai. Ter enfoques de base e saber o que você realmente ama fazer é o chão para qualquer porta. E essa inveja só atrasa. Quanto mais dermos as mãos, mais cresceremos todas. Humildade é a chave. Sem humildade, como sempre ratifico, não há inteligência. E humildade não é “se diminuir” ou retrair ideias e afins, sendo “escondido”; é o oposto, é buscar crescimento, evolução, participação. É buscar ‘aparecer’ mesmo! Mas levando os outros para cima com você. Eis a questão.

www.semquases.com


15 coisas que toda garota de 15 anos precisa saber
Cla, como eu queria ter lido essa postagem aos 15! Tão verdadeira e com aqueles “alertas universais/fundamentais” que devemos ratificar até hoje – e que muitas vezes perdemos de nós, até a vida esfregar de novo nos nossos corações -. São tantos pontos que nos lembram que “o que é bem dito não ganha borracha, porque se não mata, bendito será!”, não é? E é tão delicioso reparar o que nos fez chegar em tais lembretes. Ser eterno é, justamente, ser para sempre enquanto durar. Amadurecer é não desistir de sentir; mas não desistir de sentir não significa abdicar do que sente por si e do que ninguém pode retirar das nossas próprias conquistas… ai, tantos pontos lindos a serem (re)discutidos sempre. Adorei e adorei!

www.semquases.com


Previous Post