BLOG NO CURRÍCULO 10 COISAS QUE UM EMPREGADOR VAI AVALIAR NO BLOG NO CURRÍCULO
Inspirar

10 coisas que o empregador avalia a partir do seu blog | Devo colocar o blog no currículo?

Hoje é o Blog Day, parabéns para nós, blogueiras e blogueiros! Já é o segundo Blog Day do Declara e eu decidi comemorar de um jeito diferente. (No ano passado, comemorei indicando blogs femininos que acompanho.) Vou responder, em post, uma pergunta que sempre recebo e vejo por aí: devo colocar o meu blog no currículo?

Por mim, gritaria logo um S-I-M, mas não quero ser rasa e nem prejudicar ninguém. Por isso, vou listar as habilidades que um empregador vai avaliar a partir do seu blog e contar a minha própria experiência.

☀ Blog no currículo: as 10 coisas que um empregador avalia a partir do seu blog ☀
  1. O português

A primeira coisa que um empregador irá observar no seu blog será o português. Gírias que envolvem erros de português podem não ser compreendidas por ele. Além disso, a tolerância com o que você pode achar que são errinhos bobos geralmente é bem baixa. Pense comigo: você compraria uma casa se, já na entrada, o tapete estivesse roído, a porta rachada e as janelas quebradas? Então, nem ele vai procurar muito para saber se o erro foi exceção ou se é comum. Muita gente se ilude pensando que português é um conhecimento básico que todo mundo tem. Na prática, só uma minoria da população consegue escrever mais do que alguns parágrafos sem errar a sintaxe e a ortografia.

  1. Senso de responsabilidade

Você não é obrigada a manter o seu blog, isso é um fato. Portanto, o que te move, além de amor e vontade de escrever, é o senso de responsabilidade que você, sozinha, desenvolveu. Por isso, é melhor não colocar o blog no currículo se você só costuma atualizá-lo de dois em dois meses.

  1.  Habilidade de gestão 

O blog é um canto só seu, que você gere como acha melhor. Mesmo que não seja um blog famoso, foi você quem escolheu que ele fosse o que é: do layout à editoria, passando pela escrita, pelo cronograma, pela divulgação e pela presença nas redes sociais. Gerir algo só seu já mostra ao empregador que você pode tocar um projeto sozinho e que sabe planejar algo do início ao fim.

  1.  Proatividade

Todo mundo sabe que “proatividade” é a característica favorita dos empregadores. A sua habilidade de tomar as rédeas de um projeto, de se voluntariar para resolver problemas e não precisar de ninguém te empurrando para fazer seu trabalho. Manter um blog é o exemplo perfeito disso.

  1.  Conteúdo 

Embora conteúdo e português estejam interligados, não são, nem de longe, a mesma coisa. Quando o empregador avalia o conteúdo do seu blog, ele quer saber se você sabe escrever de verdade e não apenas decorou as regras da gramática. Mais do que isso: se tem criatividade para pensar em pautas legais e se consegue expor suas opiniões de um jeito coerente e coeso. Se saber as regras de português já é raro, saber escrever é raríssimo e qualquer RH ou chefe sabe disso.

  1.  Expertise

Esse item é especialmente importante se você planeja se candidatar para uma vaga que tenha a ver com os temas sobre os quais você escreve no seu blog. Se você deseja adentrar o mercado da moda e escreve sobre isso, com 100% de certeza, o seu entrevistador lerá seus textos sobre o assunto para saber se você sabe do que está falando. Isso será um diferencial e tanto na hora da contratação, pode confiar em mim.

  1.  Orientação visual

No mínimo, desde a Grécia Antiga, o ser humano é fascinado pela beleza. Isso quer dizer que, sim, julgamos o livro pela capa. Se o seu blog tiver bom conteúdo, for atualizado, mas não for visualmente bonito… É bem capaz que seja fechado antes mesmo que as outras características sejam notadas.

  1. Persuasão 

Metade da essência de um blog é questão de ponto de vista, opinião, pitacos mesmo. Para um empregador, saber o que você pensa sobre assuntos variados é importante, mas ainda mais importante é avaliar a sua habilidade de persuadir quem lê. Convencer o leitor a concordar com você, incitar desejo, curiosidade e engajamento em quem te acompanha é essencial.

  1. Personalidade 

A sua personalidade fica exposta a quem visita o seu blog. Qualquer vaga de emprego tem um perfil ideal e, a não ser que você consiga manter as aparências sempre que escreve, será possível para o empregador julgar a sua personalidade mesmo antes de te conhecer pessoalmente. Isso, é claro, pode ser perigoso… Ou muito bom. 

  1. Ética

A regra é simples: não coloque seu blog no currículo se ele tiver posts de fofocas ou promover preconceitos. Não porque todos os contratantes sejam santinhos, mas porque não vão arriscar sujar o nome da empresa com polêmicas desse tipo. E é ainda mais improvável que arrisquem por alguém que ainda nem foi contratado! Há tantos outros peixes candidatos no mar

☀ Colocar o blog no currículo ou não: eis a questão ☀ 

A pergunta continua: devo colocar o blog no currículo ou não? E a resposta é: DEPENDE. Você tem certeza de que o seu blog:

1- Tem bom conteúdo e português impecável, exceto por algumas gírias e neologismos?

2- Fala sobre coisas sobre as quais você entende?

3- É bonito e atualizado com frequência?

4- Reflete o seu poder de persuasão e a sua personalidade?

5- É ético e não promove discurso de ódio?

Se a resposta for sim para todas, então, SIM, coloque o seu blog no currículo. Se for não para alguma delas, é melhor não arriscar. Isso porque, da mesma forma que ter um blog no currículo pode te garantir uma vaga, pode até te deixar de fora do processo seletivo.

Blog no currículo: a minha experiência

Eu coloco meu blog no currículo desde o Vida Expressa, o blog que tive antes do Declara. De lá para cá, fiz freelas de conteúdo para redes sociais de lojas, de moda, comportamento, etc. Já fui contratada por alguém que encontrou o blog pelo Google e me enviou um e-mail perguntando se eu toparia ser freelancer de conteúdo. Em todos os casos, o blog foi um dos tópicos da entrevista: há quanto tempo ele existe? É você quem faz as pautas? Você mesma edita os textos? Quem lida com as parcerias?

Atualmente, estou desenvolvendo a comunicação de um projeto internacional que é resultado da parceria entre duas multinacionais. Na primeira entrevista com a agência que me contratou, a dona da agência literalmente abriu o Declara na minha frente e nós começamos a debater sobre temas como tendências, referências culturais e cinema. Sim. (Ainda não posso falar o nome porque o projeto não foi lançado… Mas edito isso depois.)

Além disso, sou editora e redatora de beleza de All Things Hair, projeto internacional sobre cabelos da Unilever. Quando descobri a vaga, que era de estágio, enviei um e-mail para o gestor do projeto basicamente dizendo: “já sou formada, então não posso mais ser estagiária, mas amo beleza e escrever para mulheres. Faço isso no meu blog, o Declara. Em anexo, envio o meu currículo”. O gestor do projeto não só viu o Declara como mudou a vaga para eu poder me encaixar nela. Hoje, trabalho como redatora e editora full-timepara o blog e para ATH. Para mim, colocar o blog no currículo foi incrível e eu acho que continuará sendo.

☀☀☀☀☀

Espero que vocês tenham gostado do post e que me respondam: vocês colocam o blog no currículo? Por quê?

Gostou? Clique aqui para mais posts da categoria “Inspirar” do Blog Declara. 


Psiu, me acompanhe nas redes sociais, sim?
antix barrado papoulas blog declara blogs iguais
Instagram, Facebook, Pinterest.
Previous Post Next Post

❤ Você também vai gostar ❤

25 Comentários

  • Responder Luana 31 de agosto de 2016 at 8:15 PM

    Caraca, que massa a sua experiência! Não sabia que você trabalhava no grupo ATH, que incrível!!!
    E obrigada pelas dicas, sempre tive essa dúvida, se colocava o blog ou não no currículo. Cheguei a conclusão que por enquanto não, pois eu ainda não estou atualizando ele como eu gostaria, mas dou o máximo de mim nos outros 9 tópicos 🙂

    View Comment
  • Responder Mariana Menezes 31 de agosto de 2016 at 9:02 PM

    Menina, que post incrível! Gostei muito de todos os tópicos, super bem colocados. Você é a prova viva de que o blog pode ajudar e MUITO na hora de conseguir um trabalho, parabéns pelas tuas conquistas! Acho que quando um blog é bem estruturado e o blogueiro realmente se dedica a ele, podem surgir oportunidades maravilhosas com o blog. Amei muuito o post!

    Beijos.

    Letras na Gaveta

    View Comment
  • Responder Thaís 31 de agosto de 2016 at 9:05 PM

    Oi Clarinha, tudo bem?
    Eu sinceramente ainda estou decidindo se coloco ou não, até porque sendo bem sincera, na minha área a maioria dos entrevistadores não ligam muito para isso. Sei porque no meu trabalho eu pego um pouco de RH também. Isso depende muito da visão da empresa, né? Mas acho bacana você compartilhar sua opinião e ajudar a tantas blogueiras que tem essa dúvida! E incrível sua experiência, cheia de feitos e conquistas. Parabéns, de coração mesmo. <3
    Quanto ao estágio, acredita que eu tenho uma história parecida? Acho que já comentei contigo um pouco… Eu tinha acabado de sair de um emprego tóxico e estava desempregada, super desesperada em como pagaria minhas contas, como faculdade, inglês, ajudar em casa… Essas coisas. Vi uma vaga de estágio e fui na entrevista, comentei que eu já havia trabalhado full time em uma área super parecida. A entrevista ocorreu super bem e na sexta-feira daquela semana me ligaram, me propondo a vaga em período integral, com todos os benefícios maravilhosos que eles oferecem. Se fiquei feliz? Sim! Se ainda estou feliz? Sim, porque é um ambiente incrível para trabalhar. E assim se passaram quase um ano e seis meses. Desculpe devanear assim, mas acho que você entende o quão bom é pular de estágio para efetivo tão rápido, não é? Hahha.
    Um beijo e feliz blog day <3

    View Comment
  • Responder kamii 31 de agosto de 2016 at 9:22 PM

    Gente Clarinha! Que sucesso! Eu acho que não colocaria por ser arquiteta e meu blog não ter absolutamente nada de arquietura e decoração, mas quem sabe um dia eu não resolvo falar disso no blog, nunca se sabe né!
    Mas gente, sério, amei as dicas e você com certeza tem muita propriedade pra falar! Espero me formar e ter sucesso que nem você <3

    View Comment
  • Responder Renata Rodrigues 31 de agosto de 2016 at 9:30 PM

    Estava pensando nisso justamente hoje, acredita? Hahahah! Confesso que queria muito, do fundo do coração ter a segurança pra linkar meu blog ao meu currículo mas ainda não me sinto confiante o suficiente para isso, sabe? Faço jornalismo e voltei para o blog pra unir o meu amor por blogar à prática com redações e tal – ok que é bem diferente, porém já ajuda na hora do sufoco de ter que redigir uma matéria em 5 minutos. Já notei diferença, inclusive.
    Enfim, eu adorei suas dicas. Assim que tiver me sentindo confiante, volto aqui pra conferir as dicas e ver se está tudo ok mesmo.
    Obrigada por todo conhecimento compartilhado Clarinha <3

    View Comment
  • Responder Simone Pinheiro 31 de agosto de 2016 at 10:11 PM

    Que post maravilhoso! Sempre fico com essa dúvida e tenho medo que achem o fato de eu ter um blog algo meio bobo, mas vendo os pontos que você citou, talvez não seja tão bobo assim, não tinha parado para pensar nessa questão de proatividade, gestão e responsabilidade, mas faz muito sentido, porque não é nada fácil mantes um blog bonito, atualizado e ainda divulgar ele direitinho. Amei demais esse post mesmo <3

    View Comment
  • Responder Tatiana Castro 1 de setembro de 2016 at 1:07 AM

    Oi, Clara!
    Seu post foi uma aula gratuita de como um blog profissional deve se comportar. Tendo uma pequeníssima experiencia com RH, posso dizer que mesmo que você não coloque no CV seu blog seja lá por qual motivo, tome cuidado se seu nome está vinculado ao blog. Inevitavelmente, em algum momento seu nome será jogado no Google, então, sempre publique coisas que te dão orgulho, mesmo como passatempo. O mesmo vale para as redes sociais.
    Parabéns pelo sucesso merecido e feliz blog day!
    Beijos!

    View Comment
  • Responder Kaila Garcia 1 de setembro de 2016 at 1:40 PM

    Que post incrível. Nunca pensei que a gente pudesse por o blog no nosso currículo!

    http://www.kailagarcia.com

    View Comment
  • Responder Laura Nolasco 1 de setembro de 2016 at 3:01 PM

    Que post maravilhoooooso!
    Ainda não tenho um currículo (mentira, eu tenho o Lattes por causa do estágio) mas o blog já me ajudou a conseguir um estágio, porque um professor me adicionou no facebook, viu o blog e viu que tinha tudo a ver com o projeto dele: um blog/agência de notícias do CEFET e me chamou… Trabalhei por dois anos com ele e foi ótimo, aprendi muito! Depois disso, sempre que via essa pergunta pensava em colocar sim quando eu fizer um currículo… afinal, já me ajudou uma vez né? E com certeza, avaliar todos os pontos que você citou é de extrema importância! Foi ótimo também ter uma noção de tudo o que meu blog diz sobre mim e que eu nunca tinha pensado sobre ❤
    Beijos, amei o post!

    View Comment
  • Responder Plataforma Viajante 1 de setembro de 2016 at 4:15 PM

    Oi Clara!

    Nossa, muita coincidência esse seu post!
    Ontem mesmo, enviei currículo e sim, optei por colocar o meu blog nele. haha 🙂
    Como a minha vontade sempre foi trabalhar em Editora, nada mais justo que, aos poucos, divulgar o meu blog e mostrar a minha capacidade, certo?
    Super concordo com o seu ponto de vista, até porque avaliei isso antes de enviar o currículo.
    Muito bom, parabéns!
    Beijão!

    View Comment
  • Responder Clayci 2 de setembro de 2016 at 6:52 PM

    Quanta dica valiosa!!
    E fiquei super feliz em conhecer a sua história e que o blog te ajudou a conquistar uma vaga.
    Eu nunca coloquei, mas estou com isso em mente rs

    View Comment
  • Responder Lari 5 de setembro de 2016 at 1:39 AM

    Adorei o post <3
    E uma vez eu coloquei o meu blog no currículo pra ver o que rolava, e como fiz design digital, meus professores super incentivavam a gente a colocar blog/site se tivesse como pensar em um currículo mais "firulado" haha
    Ai na entrevista do estágio o cara também abriu o meu blog na minha frente e conversou comigo sobre, ficou todo incrédulo quando eu disse que os desenhos no currículo eram meus também haushsu
    Foi legal saber que fui chamada tanto pelo currículo"desenhado" quanto pelo blog <3 pois experiência mesmo eu não tinha nenhuma, foi meu primeiro estágio! haha
    Só não foi nada legal e o que eu queria no fim, maaaaas acontece né?
    Adorei saber sobre sua experiência com isso e seu ponto de vista sobre o assunto!
    Bjuuuu

    View Comment
  • Responder Camila Santos 5 de setembro de 2016 at 9:42 PM

    Primeiro, lendo de rapidamente eu li “Orientação Sexual” ao invés de “Visual” hahaha e voltei três casas pra continuar mais devagar.

    Segundo, eu costumava colocar o blog no currículo também, trabalhei em dois empregos temporários – um deles na Bienal do Rio, graças ao trabalho que fazia com meu antigo blog literário. Acho que se você leva a sério o blog e se dedica, é super válido sim!

    Muito bom o post, seu blog lindo como sempre!

    Beijos
    Cami Santos
    http://www.camisantos.com.br

    View Comment
  • Responder Amanda Girotto 5 de setembro de 2016 at 11:45 PM

    Faço Relações Públicas e um professor meu me aconselhou a colocar no currículo que tenho um Blog. Em qualquer entrevista que tenha a ver com comunicação social acaba sendo um ponto positivo isso! Bjus ?

    View Comment
  • Responder Reh Galvão 6 de setembro de 2016 at 8:34 AM

    Nossa que post incrível,tinha essa duvida , mas preciso melhor bastante para poder colocar no meu currículo kkk , coloque esse post como favorito para usar todas as suas dicas Amei Bjs

    View Comment
  • Responder Isabelle Felicio 6 de setembro de 2016 at 9:55 AM

    Nunca tinha sequer cogitado a ideia de colocar meu blog no currículo, e agora consegui me animar pra ir atrás de novas oportunidades. Muito obrigada pelo post <3

    View Comment
  • Responder Nayara 6 de setembro de 2016 at 10:20 AM

    Oi Clara, amei as dicas. São realmente fundamentais para qualquer pessoa que possui um blog.
    Eu ainda não pensei em colocar no currículo, principalmente por estar no inicio. Porém, trabalho em uma a assessoria de comunicação de um hospital e no processo seletivo citei o blog. Acho que foi um dos pré requisitos para eu conseguir a vaga – já que eles possuem site, intranet e pág no facebook.

    View Comment
  • Responder Beatriz Moraes 6 de setembro de 2016 at 7:43 PM

    Nossa que legal, achei muito ótima as dica e tudo bem explicadinho. Mas tenho uma dúvida, quando o nicho é pessoal, não é muito bom fazer isso não é ?

    View Comment
  • Responder Tamara Melo 8 de setembro de 2016 at 11:03 AM

    Adorei o post! Excelente a escolha do tema. Parabéns pela sua experiência no assunto, que tem sido bem positiva.
    Quanto a mim, ainda não coloco o meu blog no currículo por ele ser muito recente ainda e não ter tanto a ver com minha área profissional. Já o segundo blog que estou começando, sobre Moda, pretendo colocar sim. Ou pelo menos no perfil do Linkedin.

    Muito sucesso para vc!

    View Comment
  • Responder Nattany Martins 10 de setembro de 2016 at 7:51 AM

    Caraca Clara, fiquei muito feliz de ter conhecido seu blog através do “blogs da semana” do CBB.
    Fiquei encantada com a fonte do seu blog e a forma que você organizou seu post. Sou dessas que entra nos blogs e repara cada cantinho (me julguem!) e achei o seu IM-PE-CÁ-VEL!
    Nunca tinha pensado na ideia de colocar o blog no currículo, mas achei uma boa ideia. Modéstia a parte, acho que meu blog tem muito potencial e se encaixa nas perguntinhas que você fez acima.
    Acho que seria legal ter o blog no currículo principalmente porque trabalho com arte (sou cantora, yaaay!) então ele permite que o blog seja incluso.
    Obrigada pelas dicas. Você acaba de ganhar uma nova leitora.

    View Comment
  • Responder Entre Anas 19 de setembro de 2016 at 6:36 PM

    Esse post tá tão incrível que eu nem sei o que dizer hahaha
    Eu concordo SUPER com você, em número e grau!

    View Comment
  • Responder Rhamile 23 de janeiro de 2017 at 12:26 AM

    oi? Nos nos seguimos no Instagram, estou acompanhando seu blog de uns tempos pra ca. Esse post me deu ideia de por meu blog no meu currículo. Mas gente como não pensei nisso antes!? obrigada!

    View Comment
  • Responder Kimberly Camfield 27 de março de 2017 at 10:07 AM

    Oi Clara! Eu estava preparando meu currículo para enviar para uma empresa que quero muito trabalhar, já que eles estavam com uma vaga de assistente de produto o moda, e eles pedem para colocar o link do nosso blog ou site pessoal no currículo caso tivermos. Confesso que fiquei bem na dúvida se deveria colocar ou não, então resolvi pesquisar no google haha E não é que esse post apareceu no topo da minha pesquisa? Li inteirinho e me ajudou de demais! Decidi colocar o blog, porque como eles pedem conhecimento em photoshop e corel e uma das funções do cargo é auxilio na criação de conteúdo de divulgação/ marketing, achei que seria legal colocar o blog, já que tanto o meu cabeçalho, o logo e a edição das fotos são feitas por mim nesses programas.
    Mas o que mais me impulsionou a colocar foi o item 6 haha Sobre ter domínio sobre aquilo que falamos e o conteúdo ser relevante ao cargo.
    Ah Achei muito legal que você conseguiu freelas através do blog.
    Beijos e obrigada por esse post maravilhoso <3

    View Comment
  • Responda