Browsing Category

Explorar

Explorar, Inspirar

6 livros escritos por mulheres para ler já

No mês da mulher, eis essa lista que indica seis livros incríveis escritos por mulheres, para ler o quanto antes!

Para quem sempre pede indicações de livros, aqui vão 6 que toda mulher deveria ler, parte da série de conteúdos #EspecialMulheres desse mês de março.

OUTROS JEITOS DE USAR A BOCA

Rupi Kaur



Esse livro de poemas é uma boa porta de entrada para o feminismo – difícil encontrar uma mulher que não se identifique e se incomode com suas palavras.

Um feminismo sensível, com alma, coração e experiências de ser mulher nesse mundo que nos vê como “outras”

É dividido em quatro partes: A dor, O amor, A ruptura & A cura.

Uma jornada de transformação.  


PERSÉPOLIS

Marjane Satrapi



Persépolis reconta a Revolução Islâmica por um ponto de vista que sempre foi silenciado na história: o de uma menina. 

Autobiográfico, o livro em quadrinhos é uma aula sobre repressão, liberdade, medo, misoginia, hipocrisia e família. 

É triste e bem-humorado, profundo e leve, vulnerável e ferino. Lindo


 CALIBÃ E A BRUXA

Silvia Federici



Por que a caça às bruxas aconteceu – e por que foi uma guerra às mulheres? O que o capitalismo tem a ver com o patriarcado?  

Clique para ler mais
Explorar, Inspirar

“Homens lá na guerra… e cadê as feministas?”

Alistamento obrigatório, guerra & desonestidade anti feminista

Você já viu alguém usar o alistamento obrigatório para “cobrar feministas”?

É bem possível que você esteja vendo por aí gente usando essas notícias da guerra europeia para “desmascarar” ou cobrar uma luta feminista por alistamento obrigatório. 

Mas você sabe por que essas “cobranças” e “provocações” antifeministas são desonestas… e burras?

Por que é desonesto “cobrar” feministas para lutarem por alistamento obrigatório ou exigir “direitos iguais” nisso?

1. Quais foram as pessoas que orquestraram a guerra? Quem são as pessoas que se beneficiarão dela? A resposta de sempre: homens, brancos, ricos, imperialistas, movidos por uma política patriarcal de violência e morte.

2. O movimento feminista não é sobre “mulheres serem iguais e com direitos/deveres iguais” aos homens. Essa definição é rasa e liberal. O feminismo é um movimento político de luta contra a opressão sexista e o patriarcado.  

3. No patriarcado, entende-se que o poder pode vir de submissão e violência. 

A lógica do “mais forte” oprime mulheres, crianças… e justifica guerras. “Não importa se essa terra (ou matéria prima, riqueza natural, etc.) não é minha. Se eu for o mais forte, mereço ser o dono.”

Parece familiar? É porque a violência patriarcal apoia a cultura do estupro, bater em crianças, feminicídio e até pedofilia. Todas essas opressões – às quais o feminismo sempre se opôs – ignoram ideias como consentimento, integridade e autonomia para quem é visto como “o outro” e/ou “vulnerável”

Clique para ler mais
Retrospectiva feminista 2021
Explorar, Inspirar

Retrospectiva Feminista 2021

Uma retrospectiva feminista e otimista de 2021!

No post de hoje, trago uma retrospectiva das maiores conquistas das mulheres em 2021.

Para começar o novo ano de 2022 com muitos motivos para acreditar em futuros melhores e mais feministas!

Seis meses após legalização, nenhuma mulher morreu por abortar na Argentina

“Essa é definitivamente uma prova da efetividade da normativa e uma demonstração cabal de que sua implementação era necessária e urgente”, afirmou a ministra Elizabeth Alcorta, de Mulheres, Gêneros e Diversidade.
Antes da aprovação da nova lei, cerca de 38 mil mulheres foram hospitalizadas ao ano no país por conta do procedimento ilegal.
Vidas de mulheres importam!

Fonte: Yahoo! Notícias.

Olimpíadas de Tóquio 2021: Mulheres brasileiras conquistam melhor resultado da história

As atletas brasileiras brilharam em Tóquio 2021, fechando os Jogos com o melhor desempenho até agora em todas as Olimpíadas de que participaram. Elas subiram ao pódio em Tóquio 9 vezes. No Rio, em 2016, foram 5 vezes.
Quem vibrou muito nessa torcida?

Foonte: BBC News.

Mulheres negras são maioria nas universidades públicas brasileiras

A Unicamp e a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) levantaram os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE, onde 27% dos estudantes dessas universidades são mulheres negras.
Pesquisadores afirmam que o resultado positivo é fruto das políticas públicas de acesso ao ensino superior voltadas para minorias, como as cotas.

Fonte: UOL Cultura.

Xiomara Castro é 1ª mulher presidente de Honduras, e devolve esquerda ao poder

Xiomara propôs legalizar o aborto em determinadas circunstâncias, e estender programas sociais. Sua vitória encerra 12 anos de governo conservador e representa a volta da esquerda hondurenha ao poder pela primeira vez desde o golpe de Estado apoiado pela direita e pelos militares em 2009.
¡Por favor ven a Brasil!

Fonte: BBC News.

Primavera Indígena: Mulheres indígenas ocupam Brasília para reflorestar mentes

Na maior ocupação indígena da história, cerca de 4 mil mulheres, de 150 povos diferentes, e muitos cantos do país, marcharam juntas em Brasília em mobilização permanente. Elas lutam não só pela demarcação de terras e contra a agenda anti-indígena do atual governo, mas sobretudo pela preservação da natureza, pela vida e pela democracia. Avante!

Fontes: Cimi.org, Jornalistas Livres.

Cientista brasileira está em lista de mulheres mais influentes de 2021

Lista anual da BBC homenageia mulheres inspiradoras e influentes. Natalia Pasternak é microbiologista, pesquisadora e divulgadora científica. Ela foi incluída como destaque pelo seu trabalho crucial de combate à desinformação no país durante a pandemia de covid-19.
Necessária!

Fonte: TecMundo.

Primeira presidente mulher da OAB-SP: ‘Devemos sentar à mesa e discutir aborto’

Advogada, mestre, doutora e professora há quase 20 anos, Patricia Vanzolini, 49, que assumirá cargo em 2022, levanta a bandeira da inclusão, diversidade e direitos humanos. Renovação para a maior entidade de advogados do país, que era comandada pelo mesmo grupo há 30 anos. E ela avisa: “A mudança vai começar”!

Fonte: UOL Universa.

Aluna do Ceará descobre 46 asteroides em projeto com a Nasa

A descoberta ocorreu em novembro durante projeto Caça Asteroides da Nasa, desenvolvido de forma online e que tem parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Até conseguir detectar o primeiro asteroide, levou um tempo. Sem experiência, começou a observar outras cientistas cidadãs fazendo detecção.
“Quando uma mulher consegue realizar seu sonho e ser protagonista de algo, abre portas para outras mulheres.” disse Geovana Sousa, 21, estudante de física do Ceará.

Fonte: UOL Folha.



Qual desses momentos é seu favorito? Que momento ou notícia você incluiria em uma retrospectiva feminista de 2021? 🧙‍♀️

Compartilhe e relembre bons momentos! 2021 não foi fácil, mas fica aqui essa dose de esperança pra renovar as forças pra lutar em 2022. 🗣

Ah! Acompanhe @clarafagundes para mais conteúdos sobre feminismo.

Favoritos DeClara 2021: Melhores do ano
Comprar, Explorar, Inspirar, Sentir, Usar

FAVORITOS DeClara: Melhores de 2021!

Os melhores de 2021: livro, séries, make, música, educação e mais


Olá, Bruxas! 2022 enfim chegou, e pra começar melhor esse novo ano, hoje trago os FAVORITOS DECLARA 2021 🏆

As categorias foram escolhidas pelo público, então continue lendo para conferir as melhores indicações de:

– Livro;
– Séries & Filmes;
– Músicas;
– Beleza;
– Educação;
– Compra;
– Momentos!


Começo com a categoria mais pedida, que foi Livro favorito do ano. E se você me acompanha no Olá Bruxas, que é o meu podcast, ou no Nada Fútil, que é o meu outro podcast com Carol, você já me ouviu falando desse livro porque eu fiquei um pouco obcecada…

LIVRO DO ANO
Livro favoritos 2021: Calibã e a Bruxa - Silvia Federici
Calibã e a Bruxa – Silvia Federici


Já falei aqui no blog sobre o mito da bruxa. Nesse livro, Silvia faz uma relação entre a caça às bruxas na idade média, o patriarcado, o capitalismo e um contexto que parece atual até demais. Trata de desigualdade, machismo, exploração do corpo feminino… um livro que eu acho que toda feminista deveria ler!

Clique para ler mais
o que é futurologia? futures studies significado origem futurólogo futurista análise de tendências
Explorar, Inspirar

Futurologia 101: o que é futurologia?

Entenda a futurologia: origem e significados

Prever, entender e construir o futuro são desejos coletivos desde as primeiras civilizações. Esses desejos foram representados na história por meio de astrologia, mitologia, religiões, rituais mágicos e diversas outras expressões que, hoje, são consideradasmísticas. O surgimento da futurologia, contudo, marca o momento em que as previsões de futuro passaram da esfera esotérica para a científica, no início do século passado.

A transição abriu espaço para mais questionamentos e interpretações acerca dos futuros projetados. Afinal, ao contrário da relação milenar com os dogmas, mitos e a astrologia, as previsões baseadas emfutures studiesexigem perguntas, múltiplas análises e diferentes campos de conhecimento para se tornarem relevantes. Clique para ler mais

EXPRESSÕES PARA ABANDONARMULHERES E DINHEIRO pt.2COISAS QUE TODO MUNDO DEVERIA SABER (Copia)O QUE É SORORIDADE?O MITO DA FUTILIDADE FEMININA